sábado, 20 de julho de 2013

Por que o verbete "anarquismo" é o segundo mais "polêmico" na Wilipédia ?


Blog na Folha de S.Paulo
http://teoriadetudo.blogfolha.uol.com.br/2013/07/19/qual-polemica-e-mais-polemica-cientistas-usam-a-wikipedia-para-fazer-ranking/

19/07/13 - 15:25
Teoria de Tudo
Perfil Rafael Garcia é repórter de Ciência.
Qual polêmica é mais polêmica? Cientistas usam a Wikipédia para fazer ranking

QUEM NUNCA se meteu num bate-boca? Coloque um grupo de amigos numa mesa de bar por algumas horas e é quase certo que dois deles iniciarão uma discussão sobre se a teoria da evolução prova a inexistência de Deus, se a invasão dos EUA no Iraque foi legítima ou se o título do Flamengo em 1987 foi válido.
Psicólogos e sociólogos nem sempre conseguem transformar esse tipo de polêmica em objeto de ciência, mas um grupo de pesquisadores conseguiu criar um método para quantificar quais são os assuntos mais suscetíveis a ess tipo de discussão no mundo. E eis o ranking:

1. George W. Bush
2. Anarquismo
3. Maomé
4. Lista de funcionários da WWE*
5. Aquecimento Global
6. Circuncisão
7. Estados Unidos
8. Jesus
9. Raça e inteligência
10. Cristianismo

A lista foi feita quatro cientistas de computação que criaram um algoritmo para minerar as informações de edição em artigos da Wikipédia. Liderados por Taha Yasseri, da Universidade de Oxford, o que os pesquisadores fizeram foi basicamente rastrear quais artigos da enciclopédia mais sofrem com a “guerra” de alterações.
Quem já tentou editar algum artigo na Wikiédia sabe o que é isso. Um sujeito entra no verbete “Aquecimento Global”, por exemplo, e insere uma informação dizendo que a mudança climática é uma conspiração das ONGs ambientalistas. Outra pessoa entra depois, apaga a edição, e escreve que a indústria do petróleo está sabotando o trabalho dos climatólogos. E assim vai, num ciclo interminável.
Até agora, cientistas tentavam identificar quais seriam os artigos mais polêmicos ao contar quais deles sofriam mais alterações, mas a técnica não funcionava muito bem. Um artigo que envolve relativamente pouca polêmica, como o artigo “Câncer”, por exemplo, sofre alterações a todo momento simplesmente porque a ciência não para de produzir informações.
Para resolver o problema, o que Yasseri fez agora foi desenvolver um algoritmo que busca não apenas um grande número de edições, mas também rastreia alterações mútuas, do tipo em que fulano altera o texto de beltrano, e beltrano altera o de fulano. E dái surgiu o ranking.
“Nossos resultados indicam que a Wikipédia é mais do que uma enciclopédia; é também uma janela para priodidades, interesses e preferências socio-espaciais convergentes e divergentes”, diz o cientista. Para os autores do estudo, a Wikipédia anglófona é aquela que representa esse fenômeno em escala global, pois é editada por pessoas de virtualmente no mundo todo. Não é de estranhar que a maioria dos verbetes mais polêmicos sejam aqueles ligados a religião e política.


Comentário:

Essa pesquisa serve para confirmar o que foi dito neste blog.
O verbete “anarquismo” não tem motivo algum para ser o segundo mais polêmico, mas na Wilipédia ele é!
Por que?
A razão é que a Wijipédia foi dominada por anarquistas, eles criaram a chamada “panela” lá dentro da Wikipédia, dominaram toda a estrutura de controle e fiscalizam os temas sensíveis politicamente relacionadas ao anarquismo.
A razão da “polêmica” é que todos os textos referentes ao anarquismo ou a ele relacionado são censurados pela “equipe” e se não for do agrado deles eles apagam ou mudam, e se a pessoa reclamar será advertida e em seguida suspensa por quantidade de dias cada vez maior.
Por isso existe a “polêmica” com o verbete “anarquismo”, muitos textos sobre esse assunto são apagados ou modificados pelos censores da wikipédia -= que são anarquistas.



***

Nenhum comentário:

Postar um comentário